arrow_drop_down
Novas vestes

Novas vestes

Novas vestes

É claro que o conceito de ‘novas vestes’ é muito amplo, afinal, podemos falar sobre o céu, sobre o novo corpo restaurado e incorruptível que teremos na restauração de todas as coisas. Podemos falar sobre o novo homem, deixando para traz tudo o que passou, os pecados e nos vestindo de Cristo. No entanto, o que será abordado aqui é um pouco mais simples.

Trapos de um ano complicado

Dois mil e vinte e um não foi, nem de longe, um ano fácil, sabemos. Muitos de nós tivemos que lidar com novas ondas de pandemia, reclusão, afastamento de pessoas e mesmo da igreja, quando fomos até impedidos de cultuar ao nosso Deus em comunidade, por uma questão de saúde, é claro, mas tudo isso contribuiu imensamente para chegarmos ao fim do ano com um excesso de cansaço sobre os ombros. Alguns tiveram que lidar com o luto, outros com a ansiedade, mas no fim de todas as coisas, quase como o resultado de uma equação complicada: cansaço. Suamos e deixamos nossas vestes em trapos, o relacionamento de muitos com Deus até chegou a se esfriar.

Um banho de renovo

Assim como qualquer pessoa que passa o dia executando trabalhos braçais e que exigem muita força, precisa de um bom banho ao fim do dia para relaxar, nós também. Não faço aqui uma ode ao chuveiro, não ao de nossa casa, mas me remeto a uma espécie de chuveiro espiritual, que mais do que verter agua sobre nossas cabeças, derrama lembranças e recordações daquilo que somos e fomos criados para ser. 

Antes de virar o ano nos é necessário relembrar o sacrifício de Cristo e, com ele, de sua misericórdia, somos chamados a olhar para Jesus Cristo e sua perfeição e em seguida olharmos de volta a nós mesmos para nos retratarmos naquilo que precisamos. Isso significa que, analisando a perfeição do Filho de Deus, devemos correr para pedir perdão a quem devemos perdão, resolver as pendências e as dívidas que temos uns com os outros, voltar à disciplina de uma vida diária com Deus entre outras coisas.

Não podemos esquecer que: …agora somos filhos de Deus, mas ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele (Jesus) se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê-lo como ele é.

E todo o que tem essa esperança nele purifica a si mesmo, assim como ele é puro (1 Jo 3:2-3).

Fazendo um resumo, é claro que, olhando pra Cristo somos lavados por seu sangue, mas estar debaixo de um chuveiro não anula nossa necessidade de usar um bom sabonete e limpar o que está sujo, afinal, com a esperança da purificação de Cristo, purificamos a nós mesmos.

Novas vestes

Depois de um bom banho de arrependimento, amor e mudanças é a hora de relaxarmos um pouco para nos prepararmos para um novo ano. Podemos abandonar os trapos de 2021 em 2021 e vestir roupas novas. Não como algo poderoso e sobrenatural, mas o pensamento positivo, a esperança e a fé firme em Cristo nos preparam e nos dão condições de não só tomar um “banho”, mas também de nos mantermos limpos em meio ao que nos espera, em 2022 podemos escolher o caminho do amor e da paz e transformar aquilo que vivemos em 2021 em algo totalmente novo.

Não perca tempo, busque vestir suas novas vestes hoje, ou o mais rápido que puder, afinal, o ano-novo está às portas.


Conteúdo/ REC